Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/894592
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Arroz e Feijão - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Date Issued: 2011
Type of Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Authors: NASCENTE, A. S.
KLUTHCOUSKI, J.
RABELO, R. R.
OLIVEIRA, P. de
COBUCCI, T.
CRUSCIOL, C. A. C.
Additional Information: ADRIANO STEPHAN NASCENTE, CNPAF; JOAO KLUTHCOUSKI, CNPAF; RAIMUNDO RICARDO RABELO, CNPAF; PRISCILA DE OLIVEIRA, CPAA; TARCISIO COBUCCI, CNPAF; CARLOS ALEXANDRE COSTA CRUSCIOL, UNESP (Botucatu, SP).
Title: Desenvolvimento e produtividade de cultivares de arroz de terras altas em função do manejo do solo.
Publisher: Pesquisa Agropecuária Tropical, Goiânia, v. 41, n. 2, p. 186-192, abr./jun. 2011.
Language: pt_BR
Description: A identificação de cultivares, para cada tipo de manejo do solo, pode favorecer o aumento da produtividade da cultura do arroz de terras altas. Neste contexto, objetivou-se, com este trabalho, estudar o desempenho de genótipos de arroz de terras altas, em dois sistemas de manejo do solo: preparo convencional (PC) e sistema plantio direto (SPD). O estudo foi desenvolvido no município de Ipameri, GO, em 2008/2009. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso, no esquema fatorial 2x8, com dezesseis tratamentos e quatro repetições. O primeiro fator foi o sistema de manejo do solo (PC e SPD) e o segundo cultivares (BRS Curinga, BRS Primavera, BRS Monarca, BRS Pepita, BRS Sertaneja, Carajás, Caiapó e Bonança). As plantas apresentaram-se mais altas no PC do que no SPD. Quanto ao número de perfilhos por planta, verificou-se, também, variabilidade nas cultivares, quanto ao tipo de manejo de solo. Constatou-se que o preparo convencional propiciou maiores produtividades (média de 4.349 kg ha-1) que o sistema plantio direto (média de 3.521 kg ha-1), sendo o número de panículas por m2 e número de grãos por panícula os componentes de produção que mais contribuíram para esta diferença. Todas as cultivares apresentaram diferenças estatísticas entre os dois sistemas de manejo do solo, com exceção da cultivar Caiapó. Nos dois sistemas, Carajás foi a mais produtiva e diferiu, estatisticamente, das cultivares BRS Sertaneja e BRS Primavera.
Thesagro: Arroz
Oryza sativa
Manejo do solo
Arado de aiveca
Plantio direto
Produtividade
Data Created: 2011-06-21
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CNPAF)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PAT.pdf262,35 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace