Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1057475
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Rondônia - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Date Issued: 2016
Type of Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Authors: SALMAN, A. K. D.
BACELAR, B. M. F. S.
ALVES, E. A.
CRUZ, P. G. da
MENDES, A. M.
CARVALHO, G. A. de
Additional Information: ANA KARINA DIAS SALMAN, CPAF-Rondonia; Betânia Maria Filha Soares Bacelar, Mestra em Desenvolvimento Regional e Meio Ambient; ENRIQUE ANASTACIO ALVES, CPAF-Rondonia; PEDRO GOMES DA CRUZ, CPAF-Rondonia; ANGELO MANSUR MENDES, CPAF-Rondonia; Giovanna Araújo de Carvalho, FIMCA.
Title: Uso do clorofilômetro no manejo da adubação nitrogenada do capimmarandu e do capim mombaça.
Publisher: PUBVET, v.10, n.11, p.844-854, Nov., 2016.
Language: Portugues
Keywords: Adubo nitrogenado
Forrageiras tropicais
Pastagens
Nitrogen fertilizer
Tropical grasses
Description: Comoobjetivo de avaliar Índices de Suficiência de Nitrogênio (ISN) com o critério de manejo da adubação nitrogenada (N) parcelada das forrageiras Brachiaria brizantha cv. Marandu e Panicum maximumcv. Mombaça, foram realizados dois ensaios, um para cada capim,em vasos de 14 dm3 preenchidos com Latossolo Vermelho-Amarelo com horizonte (A) húmico sob condições ambientais utilizando delineamento experimental inteiramente casualizado com sete tratamentos definidos de acordo com SNI: referência(REF), testemunha (TEST),0,96 (T1); 0,93 (T2); 0,90 (T3); 0,87 (T4) e 0,83 (T4), com quatro repetições cada, totalizando 28 parcelas por ensaio. No tratamento REF as parcelas receberam a dose de 133,34 kg de N/ha dividida em duas aplicações, a primeira no 1°Dia do Período Experimental (DPE) e a segunda após o primeiro corte de avaliação(28° DPE). As parcelas TEST não foram adubadas com N. Nos demais tratamentos, as parcelas foram adubadas ao longo do período experimental somente quando o ISN calculado das parcelas se apresentavam com valores menores que os ISN estabelecidos como critério para a dubação. Sendo assim, ao final do experimento,as quantidades totais de N (kg N/ha) utilizadas nos tratamentosT1, T2, T3, T4 e T5 foram, respectivamente: 160,00; 80,00;120,00; 80,00 e 80,00 (Marandu);e 133,34; 0,00; 120,00; 80,00 e 80,00 (Mombaça). As forrageiras foram avaliadas com idades de rebrote de 51 e 43 dias (correspondentes ao 28°e 70° DPE) para:altura de corte (cm), produção de matéria seca (kg MS/vaso) de parte aérea(PMSPA),de raiz (PMSR) e total (PMST); PMSPA acumulada nos dois cortes, relação PMSPA/PMSR e eficiência de conversão do N fertilizante em PMSPA. O ajuste da adubação nitrogenadados capins Marandu e Mombaçacom base no ISN permitiu que as forrageiras se expressassem de forma semelhante entre os tratamentos em termos de altura de corte e PMSPA acumulada. Em relação àPMSR, observou-se menor produção nas parcelas TEST não adubadas, o que teve reflexo sobre a PMST e na relação PMSPA/PMSR. Concluiu-se que os índices de suficiência de nitrogênio (ISN) mais adequados para ajuste da adubação nitrogenada dos capins Marandu e Mombaça foram, respectivamente, 0,87 e 0,83.
NAL Thesaurus: pastures
Data Created: 2016-11-29
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CPAF-RO)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Salman-et-al.-2016.pdf982,99 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace