Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1067796
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Meio Ambiente - Resumo em anais de congresso (ALICE)
Date Issued: 2016
Type of Material: Resumo em anais de congresso (ALICE)
Authors: SOUZA, D. T.
SILVA, F. S. P.
CREVELIN, E. J.
SANTOS, S. N.
MORAIS, J. F. A.
MORAES, L. A. B.
QUEIROZ, S. C. do N. de
MELO, I. S. de
Additional Information: D.T. SOUZA, CNPMA; F. S. P. SILVA; E. J. CREVELIN, Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto; S. N. SANTOS; J. F. A. MORAIS; L. A. B. MORAES, Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto; SONIA CLAUDIA DO N DE QUEIROZ, CNPMA; ITAMAR SOARES DE MELO, CNPMA.
Title: Bactérias associadas com esponjas marinhas produzem peptídeos cíclicos com atividade anti oomiceto.
Publisher: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE FITOPATOLOGIA, 49., 2016, Maceió. Anais... Maceió: Sociedade Brasileira de Fitopatologia, 2016. Ref. 193.
Language: pt_BR
Keywords: Pythirum
ESI-MS/MS
Dicetopiperazina
Scopalina ruetzleri
Didiscus oxeata
Description: Bactérias associadas com esponjas marinhas têm sido exaustivamente exploradas pela indústria farmacêutica como uma fonte rica de metabólitos secundários. Contudo, pouco esforço tem sido dedicado à descoberta de compostos agroquímicos a partir de produtos naturais marinhos. Neste trabalho, foram investigados os compostos produzidos por bactérias isoladas de esponjas marinhas, capazes de inibir o crescimento micelial de oomicetos fitopatogênicos pertencentes ao gênero Pythium. Os bioensaios mostraram que bactérias associadas às esponjas Didiscus oxeata e Scopalina ruetzleri inibem o crescimento de P. aphanidermatum, P. graminicola e P. ultimum. Subsequentemente, foi realizado o fracionamento do extrato bruto guiado por bioensaio usando cromatografia líquida de alta eficiência. A identificação estrutural dos compostos, presente na fração bioativa, foi realizada por espectrometria de massas sequencial (ESI-MS/MS). Esta ferramenta possibilitou a identificação de dipepitídeos cíclicos pertencentes à classe das dicetopiperazinas (DKPs), a partir de duas bactérias filogeneticamente distintas, classificadas com base no sequenciamento do gene 16S rRNA como Terrabacter sp. ASPSP 140 e Bacillus sp. ASPSP 434. Estes dados reforçam o potencial uso de bactérias associadas com esponjas marinhas para o controle de oomicetos fitopatogênicos e fornece a base para o futuro desenvolvimento de novos fungicidas de baixo impacto ambiental.
Thesagro: Bactéria
Data Created: 2017-03-29
Appears in Collections:Resumo em anais de congresso (CNPMA)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
souza.pdf57.49 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace