Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1074308
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Amazônia Oriental - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 23-Ago-2017
Tipo do Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: MORAES, A. J. G. de
SILVA, E. S. A.
ALMEIDA, E. N. de
Informaçães Adicionais: ALDECY JOSE GARCIA DE MORAES, CPATU; ENILSON SOLANO ALBUQUERQUE SILVA, CPATU; EVERALDO NASCIMENTO DE ALMEIDA, CPATU.
Título: Avaliação da adoção do cultivo da pimenteira-do-reino com tutor vivo de gliricídia no estado do Pará.
Fonte/Imprenta: In: SIMPÓSIO SOBER NORTE, 1., 2017, Belém, PA. Anais... Belém, PA: SOBER NORTE, 2017.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Pimenta-do-reino
Adoção
Tutor Vivo de Gliricídia.
Conteúdo: O trabalho avalia a adoção do cultivo da pimenteira-do-reino com tutor vivo de gliricídia no estado do Pará. Foram feitos levantamentos de dados nos municípios que tiveram ações de transferência de tecnologia por parte da Embrapa e de instituições parceiras, assim como visitas in loco nas áreas de cultivo de pimenteira-do-reino com tutor vivo de gliricídia. Os resultados demonstram que a adoção da tecnologia é muito baixa comparativamente ao total de área cultivada de pimenta-do-reino no estado do Pará, alcançando apenas 1%. Isso porque há um conjunto de fatores condicionante ou entraves que dificultam a expansão da adoção do cultivo da pimenteira-do-reino com tutor vivo de gliricídia. Uma das vantagens da tecnologia é o seu custo de implantação, quando comparado com o cultivo com o tutor morto (madeira).
Thesagro: Tecnologia.
Ano de Publicação: 2017
Aparece nas coleções:Artigo em anais de congresso (CPATU)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
SoberNorte201710.pdf318,16 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace