Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/151717
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Semiárido - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 20-Ago-2003
Tipo do Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: CORREIA, R. C.
OLIVEIRA, C. A. V.
ARAÚJO, J. L. P.
LIRA, M. O. de.
Informaçães Adicionais: Embrapa Semi-Árido, CP 23, CEP 56.302-970 Petrolina. PE.
Título: Projeto Gavião: impactos no desenvolvimento rural - 1998/2001.
Edição: 2003
Fonte/Imprenta: In: CONGRESSO BRASILEIRO DE ECONOMIA E SOCIOLOGIA RURAL, 41., 2003, Juiz de Fora. Anais... Juiz de Fora : SOBER; Embrapa Gado de Leite; CES/JF; UFJF; UFLA; UFSJ; UFV, 2003. 1 CD-ROM.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Pequeno produtor
Sistema de produção
Rentabilidade
Desenvolvimento agrícola
Comunidade rural
Sustentabilidade
Brasil
Bahia
Projeto Gavião
Conteúdo: O Projeto de Desenvolvimento Comunitário da Região do rio Gavião, iniciado em 1998, com recursos do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) e do Governo do Estado da Bahia, por meio da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), órgão da Secretaria do Planejamento do Estado da Bahia, ocupa uma área de, aproximadamente, 14.000km2, compreendendo 13 municípios. Após inúmeras ações na área e decorridos 3,5 anos de iniciado o Projeto, realizou-se uma pesquisa intermediária de avaliação de impactos, para medir, comparar e analisar os resultados das ações executadas pelo Projeto, visando realizar ajustes e medidas corretivas nas ações desenvolvidas na área e fornecer os elementos básicos para melhorar a sua intervenção e planejamento das ações futuras. Este trabalho avalia, por meio da aplicação de técnicas de análise estatística multivariada, o impacto causado pela introdução de novas tecnologias nos sistemas de produção praticados pelos pequenos produtores assistidos pelo Projeto Gavião. Foi desenvolvido em duas etapas: a primeira, iniciada em 1998, teve como objetivo realizar o diagnóstico dos sistemas agrários nos municípios que compõem o Projeto Gavião. Para tanto, foi selecionada uma amostra de 1.301 produtores e aplicou-se um questionário contendo 670 variáveis. Os resultados analisados revelaram a existência de 12 tipos distintos de sistemas de produção praticados pelos produtores. Estes sistemas foram caracterizados segundo o tamanho da família, o tamanho dos rebanhos, o valor das produções vegetal e animal, o total das áreas cultivadas, as tecnologias adotadas e a estrutura de renda. Na segunda etapa, iniciada em junho de 2001, fez-se uma avaliação das ações implementadas no Projeto. Desta vez, foi aplicado novamente o questionário de 1998 só que para 1.184 produtores entrevistados anteriormente na pesquisa inicial (fase 1). Os resultados são apresentados a partir de análises comparativas da pesquisa inicial dos sistemas de produção praticados pelos produtores antes das intervenções do Projeto (fase 1) e após 3,5 anos do início das ações (fase 2). O Projeto, apesar do pouco tempo de existência, tem sido um excelente instrumento de desenvolvimento sustentável para a região: é visível a melhoria da qualidade de vida das famílias arendidas; influiu positivamente na organização das comunidades, com participação crescentes das famílias nas decissões; considerável redução de migração para grandes centros urbanos.
Ano de Publicação: 2003
Aparece nas coleções:Artigo em anais de congresso (CPATSA)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
OPB424.pdf157,15 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace