Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/160512
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Semiárido - Artigo em anais de congresso (ALICE)
Data do documento: 30-Jan-2008
Tipo do Material: Artigo em anais de congresso (ALICE)
Autoria: RIBEIRO, T. P.
LIMA, M. A. C. de
TRINDADE, D. C. G. da
SOUZA, S. O. de
SANTOS, A. C. N. dos
AMARIZ, A.
Informaçães Adicionais: Thalita Passos Ribeiro, FACEPE/CNPq; Maria Auxiliadora Coêlho de Lima, CPATSA; Danielly C. Gomes da Triandade, CPATSA; Sandra O. de Souza, CNPq; Ana Cristina N. dos Santos, FACEPE/CNPq; Andréia Amariz, FACEPE/CNPq.
Título: Utilização de película comestível à base de dextrina com ou sem óleo de girassol para conservação pós-colheita de manga ?Tommy Atkins?.
Edição: 2007
Fonte/Imprenta: In: JORNADA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA EMBRAPA SEMI-ÁRIDO, 2., 2007, Petrolina. Anais... Petrolina: Embrapa Semi-Árido, 2007.
Série: (Embrapa Semi-Árido. Documentos 205)
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Óleo de girassol
Amadurecimento
Perda de massa
Vida útil.
Conteúdo: Objetivou-se avaliar o uso de películas comestíveis à base de amido de milho modificado (dextrina) com e sem óleo de girassol em manga ?Tommy Atkins?. Os frutos foram colhidos no estádio de maturação 2, limpos, selecionados, padronizados e submetidos aos tratamentos: 1. Aplicação de películas comestíveis por pulverizador costal durante 5 segundos e 2. Tempo de armazenamento. Foram estudados: controle; 1,5% de dextrina; 1,5% de dextrina + 0,4% de óleo de girassol; 3,0% de dextrina e 3,0% de dextrina + 0,4% de óleo de girassol. Após a aplicação e secagem, os frutos foram armazenados sob refrigeração (11,7±3,1°C e 79±8% UR) para avaliação aos 0, 10 e 20 dias, ao final dos quais foram transferidos para temperatura ambiente (21,3±2,6°C e 48±8% UR) por mais 3, 6 e 8 dias. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado, em fatorial 5 x 6, com quatro repetições. As soluções de dextrina utilizadas como películas não atrasaram a maturação, uma vez que foi observada equivalência de firmeza, cor da casca e da polpa, teores de SS e AT dos frutos. No entanto, as mangas revestidas apresentaram menores perdas de massa.
Thesagro: Conservação
Manga
Pós-Colheita.
Ano de Publicação: 2007
Aparece nas coleções:Artigo em anais de congresso (CPATSA)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
OPB1595.pdf804,64 kBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace