Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/906860
Unidade da Embrapa/Coleção:: Embrapa Amazônia Oriental - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Data do documento: 23-Nov-2011
Tipo do Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Autoria: DEUNER, C. C.
SOUZA, R. M. de
ISHIDA, A. K. N.
ZACARONI, A. B.
PINHO, E. V. de R. von
MACHADO, J. da C.
CAMERA, J. N.
Informaçães Adicionais: CAROLINA CARDOSO DEUNER, UPF; RICARDO MAGELA DE SOUZA, UFLA; ALESSANDRA KEIKO NAKASONE ISHIDA, CPATU; ANA BEATRIZ ZACARONI, UFLA; EDILA VILELA DE RESENDE VON PINHO, UFLA; JOSÉ DA CRUZ MACHADO, UFLA; JULIANE NICOLODI CAMERA, MESTRANDA UPF.
Título: Inoculação de Curtobacterium flaccumfaciens pv. flaccumfaciens em sementes de feijão por meio da técnica de condicionamento fisiológico.
Edição: 2011
Fonte/Imprenta: Revista Brasileira de Sementes, v. 33, n. 1, p. 9-20, 2011.
Idioma: pt_BR
Palavras-chave: Phaseolus vulgaris L.
Murcha-de-curtobacterium
Restrição hídrica.
Conteúdo: Neste estudo foi testada a técnica de condicionamento fisiológico em meio agarizado para inoculação de Curtobacterium flaccumfaciens pv. flaccumfaciens (Cff) em sementes de feijão. Na primeira etapa, avaliou-se o comportamento das sementes de feijão cultivar Pérola, durante o pré-condicionamento osmótico em substrato agarizado com restrição hídrica. Os tratamentos consistiram em expor, por diferentes períodos de tempo, sementes de feijão desinfestadas a quatro níveis de restrição hídrica do meio 523 (-0,55, -0,75, -0,95 e -1,15 MPa), com o uso de quatro substratos (meio 523, meio 523+KCl, meio 523+manitol e meio 523+sacarose). Como testemunha, utilizou-se o meio 523 sem restrição hídrica (-0,55 MPa). Decorridos os respectivos tempos, avaliou-se a percentagem de sementes com protrusão radicular e, posteriormente, o teor de água, a germinação e os padrões enzimáticos das sementes. Na segunda etapa do estudo, avaliou-se o crescimento de quatro isolados de Cff (Cff DF - Feij-2936, Cff PR - 12768, Cff SC - Feij-2928 e Cff SP - Feij-2634) em substrato agarizado com restrição hídrica. Os tratamentos da terceira etapa foram definidos com base na primeira etapa, em que o melhor tratamento foi o meio 523 com manitol no potencial hídrico de -0,95 MPa e com 48 horas de exposição das sementes no meio agarizado. Na segunda etapa, verificou-se que o isolado de Cff SC (Feij-2928), proveniente do estado de Santa Catarina, apresentou o melhor crescimento no substrato e no potencial hídrico definido na primeira etapa. Portanto, foi possível a inoculação artificial de sementes de feijão com Cff por meio da técnica de condicionamento fisiológico em substrato agarizado, sem o comprometimento de sua qualidade fisiológica.
Thesagro: Feijão.
Ano de Publicação: 2011
Aparece nas coleções:Artigo em periódico indexado (CPATU)

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
01.pdf1,07 MBAdobe PDFThumbnail
Visualizar/Abrir

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace