Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/959016
Title: Inferência bayesiana aplicada à estimação de herdabilidades dos parâmetros da curva de crescimento de fêmeas da raça Nelore.
Authors: GARNERO, A. del V.
MARCONDES, C. R.
ARAÚJO, R. O. de
OLIVEIRA, H. N. de
LÔBO, R. B.
Affiliation: ANALIA DEL VALLE GARNERO, Universidade Federal do Pampa
CINTIA RIGHETTI MARCONDES, CPPSE
RONYERE OLEGÁRIO DE ARAÚJO, Universidade de Brasília
HENRIQUE NUNES DE OLIVEIRA, Universidade Estadual Paulista
RAYSILDO BARBOSA LÔBO, Associação Nacional de Criadores e Pesquisadores.
Date Issued: 2013
Citation: Ciência Rural, Santa Maria, v. 43, n. 4, p. 702-708, abr. 2013
Description: Objetivou-se estimar parâmetros genéticos, utilizando inferência Bayesiana, para as estimativas dos parâmetros individuais de peso à maturidade (Â) e taxa de crescimento (<img border=0 width=32 height=32 id="_x0000_i1026" src="../../../../../../img/revistas/cr/2013nahead/a11813img06.gif">), obtidos pela função de crescimento Brody. O arquivo estava constituído de 14.563 registros de pesos e idades referentes a 1.158 fêmeas da raça Nelore, participantes do Programa de Melhoramento Genético da Raça Nelore. Para a análise das estimativas dos parâmetros da curva, via inferência bayesiana, foi proposto um modelo animal unicaráter, que incluiu como fixo o efeito de grupo contemporâneo (animais nascidos no mesmo estado, no mesmo trimestre do ano, mesmo ano e mesmo regime alimentar) e como aleatórios os efeitos genético direto e residual. Nessa análise, foram utilizados dois diferentes tamanhos para as cadeias geradas pelo algoritmo de amostragem de Gibbs, de 550 e 1.100 mil ciclos, com períodos de descarte amostral de 50 e 100 mil ciclos, respectivamente, e amostragens a cada 500 e 1.000 ciclos, respectivamente. As médias posteriores da variância genética aditiva e residual foram próximas, tanto para  quanto para a <img border=0 width=32 height=32 id="_x0000_i1027" src="../../../../../../img/revistas/cr/2013nahead/a11813img06.gif">, mesmo quando implementados diferentes tamanhos para as cadeias geradas pelo algoritmo de amostragem de Gibbs. Os coeficientes de herdabilidade estimados para Â, variaram de 0,44 a 0,46, amplitude semelhante aos 0,46 a 0,48 obtidos para as estimativas de <img border=0 width=32 height=32 id="_x0000_i1028" src="../../../../../../img/revistas/cr/2013nahead/a11813img06.gif">. Essas magnitudes indicam que a seleção pode ser usada como instrumento para alterar a forma da curva de crescimento desses animais. Entretanto, o uso das informações obtidas, visando à alteração da curva de crescimento dos animais, deve ser feito com grande cautela, uma vez que as características a serem trabalhadas na modificação do formato da curva de crescimento, de acordo com resultados da literatura especializada, são negativamente correlacionadas.
Thesagro: Taxa de Crescimento
Keywords: Modelo animal
Peso assintótico
Raça Nelore
ISSN: 0103-8478
DOI: https://doi.org/10.1590/S0103-84782013005000029
Type of Material: Artigo de periódico
Access: openAccess
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CPPSE)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
PROCI2013.00019.PDF328,15 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace