Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.alice.cnptia.embrapa.br/alice/handle/doc/1110450
Research center of Embrapa/Collection: Embrapa Solos - Artigo em periódico indexado (ALICE)
Date Issued: 2019
Type of Material: Artigo em periódico indexado (ALICE)
Authors: XAVIER, J. P. de S.
BARROS, A. H. C.
WEBBER, D. C.
ACCIOLY, L. J. de O.
MARQUES, F. A.
ARAUJO FILHO, J. C. de
SILVA, A. B. da
Additional Information: JOAQUIM PEDRO DE SANTANA XAVIER, UFPE; ALEXANDRE HUGO CEZAR BARROS, CNPS; DANIEL CHAVES WEBBER, CNPS; LUCIANO JOSE DE OLIVEIRA ACCIOLY, CNPS; FLAVIO ADRIANO MARQUES, CNPS; JOSE COELHO DE ARAUJO FILHO, CNPS; ADEMAR BARROS DA SILVA, CNPS.
Title: Estimativa da erosividade da chuva por diferentes métodos e seu impacto na equação universal de perdas de solo, no semiárido pernambucano.
Publisher: Revista Brasileira de Geografia Física, v. 12, n. 3, p. 859-875, 2019.
Language: pt_BR
Description: Dentre os diversos métodos indiretos para estimar as perdas de solo por erosão, a Equação Universal de Perdas de Solo (EUPS) é a mais utilizada devido a sua robustez e por ser constituída de uma simples estrutura fatorial, que integra fatores naturais e antrópicos atuantes na perda de solos. A erosão é um dos fenômenos mais danosos ao solo e às atividades humanas e por isso seu estudo é importante. Para o cálculo das perdas de solo por meio da EUPS, a avaliação da erosividade das chuvas (fator R) é essencial, pois estima o fenômeno produzido pelas chuvas. O objetivo deste trabalho foi avaliar três metodologias disponíveis de obtenção da erosividade das chuvas para a região do semiárido pernambucano, avaliando sua influência nos resultados da EUPS. Os três modelos selecionados para estimar o Fator R foram desenvolvidos por Wischmeier e Smith (mais conhecido e utilizado), por Silva que estimou valores para diversas regiões do País e por Cantalice e outros que trabalharam especificamente para cada região climática do estado de Pernambuco. Os resultados indicam que as metodologias de Wischmeier e Smith e Silva obtiveram resultados de erosividade da chuva semelhantes, tendo Silva alcançado valores maiores. Cantalice e outros obtiveram os resultados mais baixos. Os resultados da EUPS indicam que, quantitativamente, os diferentes fatores R geram grande diferença nas perdas de solo, porém, qualitativamente chegam a resultados semelhantes na classificação de áreas de maior erosão, de acordo com a FAO. Logo, as três metodologias são viáveis na identificação de áreas prioritárias para a mitigação da erosão.
Thesagro: Solo
Erosão Hídrica
Sistema de Informação Geográfica
NAL Thesaurus: Soil
Geographic information systems
Data Created: 2019-07-08
Appears in Collections:Artigo em periódico indexado (CNPS)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2019023.pdf1,67 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open

FacebookTwitterDeliciousLinkedInGoogle BookmarksMySpace